domingo, 16 de março de 2008

A vida é um barco!

Como diria o Pig,

-Luiz, lembre do que eu vou dizer... - Dizia ele em tom profético.

-Quê? - Dizia eu em tom de "lá vem merda".

-A vida é um barco...

Na época eu pensei que ele tinha bebido demais. Mas a vida é um barco mesmo.

Por mais historinha pronta que isso possa parecer as pessoas embarcam e desembarcam da sua vida o tempo todo, uns pegam carona, outros fazem uma longa viagem... umas vezes o mar está calmo, outras tem tempestade... uns afundam, outros fazem uma viagem gloriosa... uns têm coletes salva-vidas para os passageiros, outros os deixam morrer em caso de acidente... Uns têm o banheiro limpo com cheiro de jasmim, outros fedem... Enfim, metáfora é o que não falta.

Na verdade eu diria mais. A vida é uma arca de Noé. Aparece todo tipo de bicho e não falta pica-pau pra encher o teu navio de buraco.

Mas o que eu estava falando mesmo antes de começar a sessão de auto-ajuda?


~~~~

Acho que fui adotado pelos pais do meu amigo.

Eu sou um rapaz latino americano de 31 anos e sem lá grandes quantias em dinheiro no bolso (e nem no banco) que faz mestrado em algo que me deixa muito feliz.

Tenho desfrutado da companhia e do pão de cada dia desses meus amigos maravilhosos.

Começo a me sentir irritante.

~~~~

Mas enfim, a vida é um barco. E amanhã a Audrey Tautou vai entrar no meu barco e eu vou sustentá-la com peixes pescados pelo meu anzol e minha vara...

OK. Chega de metáforas.

3 comentários:

Anônimo disse...

Como está tiozinho, Noé!

Lenita.

disse...

O importante é ter saúde! Isso ñ é uma metáfora! rsrsrsr

Anônimo disse...

Parapeito azul, se não pára o peito,
o que pára, então?
Talvez, o som da cidade
ou a falsa mocidade da que lhe é fã

O onanismo dessa conversa
não se fala ou se versa
apenas sente-se em vão

Porque instáveis são os parapeitos
que nem se calam ou deitam
a negativa do não

Lenita.